Wezer pede apoio de Juizado para melhorar o ensino público

20/05/2014 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 766

Compartilhe:

 O vereador Wezer Lucarelli (Pros), na tribuna da Câmara Municipal de Aquidauana, disse  que  ficou “alarmado” com a realidade vivida pelos alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) após relato feito por um professor de educação física em relação as atividades pedagógicas.

“Ele (o professor) pediu aos alunos que escrevessem qual a atividade que eles mais gostavam. Para surpresa dele as crianças não conseguiram escrever duas  linhas, porém, as que conseguiram escrever apresentavam erros grosseiros (de português)”, contou o parlamentar.

Depois disso, o vereador Wezer procurou a Promotoria da Infância e da Juventude para relatar o fato e que durante uma palestra promovida na Escola Cejar e ministrada pelo juiz Giuliano Máximo Martins foi constatado esse mesmo problema enfrentado pelos estudantes.

“É a primeira autoridade do município a procurar o juizado para tratar do assunto”, teria  dito a promotora da Infância, Angélica, ao vereador que pretende buscar as razões pelas quais esse fato está ocorrendo. Ele inclusive, levantou a hipótese de falta de material, orientação pedagógica ou falta de interesse dos próprios alunos.

“O município tem toda uma estrutura física de pessoal, porém, está faltando ensino”, afirmou ao questionar a extensão e o ‘grau de contaminação do problema’. Além da promotoria, Wezer declarou que procurou a gerente municipal de Educação, professora Gleide Godoy, para discutir o mesmo assunto, que, segundo ela, é uma realidade presente no município.

O parlamentar conclamou o apoio dos demais vereadores para, juntos, com a gerência de Educação, Ministério Público e o MEC (Ministério da Educação e Cultura), tentarem identificar as causas do problema a fim de se buscar soluções futuras.