Neves: pedido de realização de barreira sanitária nas entradas do município

08/06/2021 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 1972

Compartilhe:

O vereador Valter Neves (PSD), por meio do Ofício de nº 006/2021 (Gabinete), pede à secretária municipal de Saúde e Saneamento, Cláudia Franco Fernandes Souza, a realização de barreira sanitária nas entradas do município de Aquidauana, em razão de que o Prosseguir- Programa de Saúde e Segurança na Economia - atualizou no dia 26 de maio, o mapa situacional dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul referente a 20° semana epidemiológica e com vigência para o período de 27 a 09 de junho.

Conforme revela o parlamentar, no comparativo com o mapa do Prosseguir da semana anterior, 25 municípios regrediram de bandeira; 21 progrediram; e 33 permaneceram na mesma bandeira. Sendo assim, 46 cidades poderão ter o horário do toque de recolher modificado a  partir da atualização dos novos mapas.

“Na bandeira vermelha, que indica grau de alto risco, é a que possui o maior número de municípios na nova atualização do Prosseguir. Ao todo estão 46 cidades, entre elas está o município de Aquidauana”, lembra.

Para ele, esse é o quadro que se desenha em Mato Grosso do Sul onde o alto índice de infectados pelo coronavírus está causando uma superlotação dos leitos hospitalares nos municípios

Na capital do Estado, acrescenta, já possui pacientes nos corredores dos hospitais e doentes com Covid-19 internados de forma improvisada em UPAs (Unidades de Pronto Atendimento); 231 pessoas no Estado na espera de leitos e 2.423 amostras em análise no Lacen.

“Aquidauana e outros municípios, como também Campo Grande, tem 100% de taxa de ocupação de leitos UTI (Unidade de Terapia Intensiva)”, informa.

Por isso, ele solicita com a máxima urgência, a implantação de barreiras sanitárias nas entradas do município de Aquidauana  como medida de prevenção na tentativa de conter o avanço do coronavírus no município de Aquidauana.

A Capital do Estado, completa,  diante do colapso na saúde  não consegue mais atender os pacientes infectados em estado grave vindos do interior. “Isso significa que os municípios devem redobrar as medidas de proteção, caso contrário perderemos muitas vidas”, avalia.

Ele entende, que as barreiras sanitárias ajudam na identificação de pacientes suspeitos de covid-19, logo na entrada da cidade.

Além das pessoas que adentram o município diariamente vindos da cidade de Anastácio, Valter Neves sabe  que existe os visitantes de outros municípios e estados, que se deslocam para o município à trabalho, bem como, a  procura de lazer finais de semanas e feriados.

Por isso, conclui,  é de extrema importância que todos os motoristas e passageiros dos veículos que entrarem na cidade por esses pontos, passem por triagem da Secretaria Municipal de Saúde(Sesau); e casos suspeitos possam ser encaminhados para o devido tratamento.

Neves acredita que se houver a medição de temperatura, saturação e testagem de cada uma das pessoas no veículo, irá  amenizar a propagação do vírus no município e o colapso na saúde local.