Família do Tenente Jucier recebe Moção de Pesar pelo seu falecimento

02/05/2024 - Por: ASCOM - Visitas: 400

Compartilhe:

Subtenente Jucier faleceu em acidente de trânsito na BR 364 em Porto Velho.

Durante Sessão Legislativa da Câmara Municipal de Aquidauana na ultima terça-feira (30) o vereador Sargento Gilberto Cruz nos expressos termos do dispositivo no inciso IV, do § 1º, do art. 168, do Regimento Interno, seja encaminhada Moção de Pesar para a família do 2° Tenente do Quadro Auxiliar de Oficiais Francisco Jucier Matos Freire pelo seu falecimento ocorrido no dia 31 de março de 2024, em Porto Velho - RO, vítima de um acidente de trânsito na BR 364, envolvendo uma carreta e o veículo no qual era passageiro.

Para justificar tal homenagem o vereador Sargento Cruz, que reserva do Exercito Brasileiro fez uma leitura do currículo do militar Francisco Jucier Matos Freire, nascido em 15 de janeiro de 1973, em Nova Olinda – CE, filho de José Francisco de Matos e Francisca Ivone Freire Matos, era casado com Adriana Alcântara Giraldelli Matos, com quem teve dois filhos, Maria Luiza Alcântara Giraldelli Matos e Ian Lucas Alcântara Giraldelli Matos. 

Jucier foi criado na roça, no interior do Nordeste, e aos 18 anos de idade, em 1991 veio morar no município de Aquidauana-MS com sua tia, na busca por melhores oportunidades e um futuro mais promissor.  “Seu sonho era servir o Exército Brasileiro e chegando em Aquidauana, se alistou passando pela Seleção Geral do Exército, onde foi considerado apto, vindo a servir no 9º Batalhão de Engenharia de Combate em Aquidauana – MS, em 1992.

Segundo o vereador Sargento Cruz, Jucier então começou aí sua vida militar, como Soldado Jucier, incorporou no ano de 1992, se destacou no período básico de instrução, em seguida foi aprovado na prova e foi matriculado no Curso Formação de Cabos/92, concluindo com aproveitamento e sendo o 1º colocado na classificação geral. No ano de 1993 foi matriculado no Curso de Sargento Temporário, concluindo com aproveitamento e promovido a 3º Sargento temporário no mesmo ano.

Fruto de sua determinação e dedicação aos estudos, foi aprovado no ano de 1995 no concurso da ESA (Escola de Sargentos das Armas), concurso nacional muito concorrido, mas com força de vontade e resiliência logrou êxito. “Em 1996 finalizou o curso com sucesso, sendo uns dos primeiros colocados, em consequência pode escolher a unidade militar onde queria servir, assim sendo o 3º Sargento Jucier volta a servir no 9º Batalhão de Engenharia de Combate em Aquidauana”, explicou Cruz.

Jucier sempre foi um militar exemplar, honrado e dedicado, comprometido com sua missão e seus ideais, sempre pronto para defender os valores que acreditava, fruto de tudo isso, no decorrer dos anos foi promovido a 2º Sargento, 1º Sargento, Subtenente e no auge da carreira militar foi promovido ao posto de 2º Tenente, sonho realizado e brutalmente interrompido no corrente ano, para a tristeza dos familiares e amigos.

O vereador Sargento Cruz explica que Jucier era apaixonado pelo que fazia e durante sua vida militar participou de diversas missões como: Missão no Exterior (Haiti), Serviço de terraplanagem, reparo e ampliação do aeroporto Internacional de Guarulhos em São Paulo, vários exercícios com o Pelopes na região de Corumbá, competições de atletismo, entre outras atividades na nossa região. Ele também ministrou aulas em cursinhos, praticamente em todas as unidades militares que serviu, pois era apaixonado e um defensor incansável da educação. “Fruto de seus estudos e de metodologia exemplar, Jucier foi aprovado em concurso nacional para a policia rodoviária federal, sendo aprovado em todas as etapas, no momento em que é convocado para a academia nacional da PRF, Jucier fez opção em continuar na carreira das armas”, destacou o parlamentar.

Era Católico praticante, frequentava a igreja católica Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição (Matriz), adorava futebol, era corintiano fanático, um homem correto, cultivador da paz, do amor e de uma boa amizade, e com certeza fará muita falta, pois era uma pessoa digna de confiança e amizade sincera, dando grande exemplo de vida para todos nós. “Sua morte, enluta não somente seus familiares e amigos, mas toda sociedade, a perda de um cidadão trabalhador, alegre, exemplo na honestidade e caráter, seu legado ficará nas lembranças daqueles que tiveram a oportunidade de conhecê-lo e com ele conviver”, enfatizou Sargento Cruz através desta Moção de Pesar.

Vereador Cruz disse aos seus familiares, principalmente sua esposa e filhos, condolências reiterando que esta Casa Legislativa não poderia deixar de prestar essa singela homenagem póstuma, desejando que a paz, o consolo e a força da fé reinem no meio de todos, primando o amor a Deus sobre todas as coisas para que o Tenente Jucier, um exemplo de filho, esposo e pai, descanse em paz, apresentando publicamente sentimentos de pesar, nos solidarizando nesta hora de dor. “Que Deus em sua infinita bondade possa recebê-lo no céu e que traga conforto aos corações de todos os seus familiares e amigos enlutados. Por estes motivos, apresento a presente Moção de Pesar, como prova do nosso apreço, nossa amizade e da nossa admiração”, concluiu o Sargento Cruz.

A Moção de Pesar foi submetida a votação e aprovada por unanimidade pelos vereadores presentes na Sessão Legislativa e em seguida entregue aos familiares do homenageado.