Exaustores eólicos para atendimento  nas ESF’s do município

15/05/2024 - Por: ASCOM - Visitas: 44

Compartilhe:

A instalação de exaustores eólicos nas ESF’s (Estratégias de Saúde das Famílias), Dr. Cândido L. Pinheiro e Prof. João Jorge Carneiro, no bairro Alto, foi solicitada pelo vereador Valter Neves (PP) ao secretário municipal de Planejamento, Urbanismo e Obras Públicas, Ronaldo Angelo, com cópia ao prefeito Odilon Ribeiro (PSDB), por meio de Indicação apresentada em plenário.

Segundo comenta o parlamentar, recentemente reformadas e reinauguradas, as ESF’s  passaram por reforma incluindo  reparos estruturais, que proporcionaram  um ambiente mais seguro e confortável para os pacientes e os  profissionais de saúde que trabalham no local.

“ Com uma infraestrutura adequada, equipamentos modernos e um ambiente seguro e confortável, os profissionais de saúde podem oferecer serviços de melhor qualidade, assim como, promover  a prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças de forma mais eficaz”, garante.

 Essa medida, acrescenta, contribuiria significativamente para a melhoria do acesso aos serviços de saúde , assim como,  para uma melhor  qualidade de vida da comunidade atendida.

Ele quer que esses equipamentos sejam instalados no corredor onde foi instalada a estrutura de cobertura externa de policarbonato, em razão do intenso calor que normalmente o município enfrenta.

Para o vereador, o corredor citado  se transformou em um ambiente extremamente aconchegante, com canteiros de plantas, porém, ficou muito fechado.

Por isso, comenta, há necessidade  desse dispositivo de ventilação  para renovar o ar interno, remover gases, vapores, fumaça, calor e odores, o que proporcionaria  um ambiente mais saudável e confortável para os usuários, funcionários e profissionais que frequentam o local.

“O exaustor eólico aproveita a energia dos ventos para girar suas hélices, o que cria uma corrente de ar que extrai o ar quente e viciado do interior do ambiente para o exterior, enquanto permite a entrada de ar fresco do lado de fora”. Além disso, o exaustor eólico não requer energia elétrica para operar, sendo uma opção econômica e sustentável para a ventilação de ambientes públicos”, conclui.