Vereador solicita extensão de rede de baixa tensão na Quintino Bocaiúva

21/02/2024 - Por: ASCOM - Visitas: 610

Compartilhe:

Serviços de extensão de 2 a 3 vãos de rede de baixa tensão ( transformador nº 671564 de 45KVA) para instalação de luminária na rua Quintino Bocaiúva (atrás do quartel), trecho que recebeu recentemente pavimentação asfáltica, foram solicitações do vereador Valter Neves (PSD) ao secretário municipal de Planejamento, Urbanismo e Obras Públicas, Ronaldo Ângelo, por meio de Indicação apresentada em plenário.

Além disso,  acrescenta, houve a  retirada de trilhos para abertura da rua que dá acesso à rua Bichara Salamene (rotatória).

Conforme justificativa do parlamentar, o local em questão necessita de iluminação por ser muito escuro, assim como,  existe um grande fluxo de pessoas que fazem atividades físicas e que transitam pelo  local.

“A abertura total da rua proporcionará um fluxo maior de ciclistas, pedestres e veículos automotores que usufruirão da abertura da via  com acesso direto ao bairro Guanandi e ao centro da cidade”, comenta.

Por outro lado,  Valter Neves  agradece o prefeito, a  secretária municipal de Administração- Marluce Luglio, e o secretário municipal de Planejamento- Ronaldo Ângelo, que estiveram empenhados juntamente com suas equipes para a retirada do trilho, pavimentação asfáltica e abertura do local para proporcionar fluidez no trânsito.

“A iluminação vai prevenir possíveis acidentes noturnos e também  proporcionará maior visibilidade e segurança àqueles que transitam diariamente no local”, finaliza.

Continuidade da pavimentação 

Ele sugere ao Executivo Municipal, a continuidade do projeto de pavimentação asfáltica com drenagem da mesma via  para captação de água pluvial, trecho compreendido entre as ruas Joaquim Nabuco e Giovane Toscano de Brito, em Aquidauana. 

Conforme justificativa do parlamentar, ele está reiterando  pedido feito em dezembro de 2021, cujo  trecho  necessita  constantemente de reparos, porém, os serviços tem pouca durabilidade, uma vez que, o acúmulo das águas da chuva vêm trazendo enormes prejuízos ao erário devido à prática do ‘retrabalho’, muitas das vezes, em um curto espaço de tempo.

“Restam 6 quadras sem pavimentação da referida rua. É um importante trecho que liga o bairro da Serraria até a Vila Jussara e Dona Nenê”, completa.

Para ele, trata-se de um anseio antigo das famílias, ou seja, conquistar a rua pavimentada, uma vez que, essas benfeitorias amenizam os transtornos causados pela ação do tempo, tanto no período chuvoso quanto nos períodos de seca.

Além disso, acrescenta, a medida oportuniza uma melhor qualidade de vida ao cidadão no que tange a questão de saúde pública e melhoria do tráfego, tendo em vista que esse trecho fica intransitável na época das chuvas.