Através de Moção, Marquinhos Taxista lamenta óbito de Neuza dos Santos

22/08/2022 - Por: Ascom - Visitas: 1092

Compartilhe:

Em Sessão Legislativa realizada no Plenário Estevão Alves Corrêa da Câmara Municipal de Aquidauana o vereador Marquinhos Taxista apresentou Moção de Pesar pelo falecimento da professora Neuza dos Santos ocorrido no último dia 12 de agosto.

Segundo informações do vereador Marquinhos Taxista narradas em sua justificativa, Neuza dos Santos tinha completado 69 anos no dia 11 de agosto. Filha de Marina Cunha dos Santos e Ramão Francisco dos Santos, Neuza dos Santos residia no bairro Nova Aquidauana desde os anos 80.

Era formada em Letras/Literatura pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), servidora concursada e titular na cadeira de Língua Portuguesa (5ª a 8ª série), na Secretaria Municipal de Aquidauana e Secretaria Estadual de Educação de MS. 

Neuza dos Santos desempenhou a função de professora, coordenadora pedagógica, e foi eleita Diretora adjunta na Escola Estadual profª Marly Russo Rodrigues onde atuou desde sua inauguração. “Ela também atuou na Escola Estadual professora Dóris Mendes Trindade, Escola Municipal Erso Gomes e Escola Municipal Antônio Santos Ribeiro, no distrito de Piraputanga”, ressaltou o parlamentar.

Neuza dos Santos, foi coordenadora do Projeto Brasil Alfabetizado (programa que alfabetizou centenas de jovens e adultos seguindo os ensinamentos de Paulo Freire). Trabalhou na Secretaria Municipal de Educação na função de coordenadora de alfabetização. Foi militante do Partido dos Trabalhadores (PT) desde sua juventude ao qual foi Presidente e Vice-presidente do diretório municipal de Aquidauana. 

Atuante na Paróquia Imaculada Conceição, diretamente na Comunidade Sagrada Família, Ministra da Eucaristia e coordenadora do Dízimo. Teve dois filhos e quatro netos, um genro e uma nora. 

O vereador Marquinhos Taxista ressaltou que Neuza dos Santos deixa um legado de amor à Educação, e saudades para que todos que a conheceram e tiverem a honra de com ela conviver, inclusive ex-alunos e colegas de trabalho. A Moção de Pesar foi submetida a votação em plenário sendo aprovada por unanimidade e entregue aos seus familiares.