Para proteção da mulher, Aquidauana ganha o aplicativo Salve Maria

03/06/2022 - Por: Ascom - Visitas: 1038

Compartilhe:

O vereador Wezer Lucarelli (PSDB) atual presidente da Câmara Municipal de Aquidauana apresentou em 2021 um projeto de Lei de combate ao feminicídio tendo em vista inúmeros casos registrados nos diversos municípios de Mato Grosso do Sul, inclusive em Aquidauana. O Projeto de Lei em questão foi aprovado pelo Poder Legislativo e sancionado pelo prefeito de Aquidauana Odilon Ribeiro (PSDB).

Na próxima sexta-feira (10) às 9 horas no Plenário Estevão Alves Corrêa da Câmara Municipal de Aquidauana acontecerá o lançamento do aplicativo ‘Salve Maria’ que foi estabelecido através da Lei 2.700/2022 de autoria do vereador Wezer Lucarelli.  “Este aplicativo oferece à mulheres em situação de perigo eminente a possibilidade de acionar online a Policia Militar, o que vai permitir o socorro imediato”, explicou o parlamentar.

A Lei 2.700/2022 trata de políticas públicas municipais de apoio e proteção à população feminina e o lançamento do aplicativo ‘Salve Maria’ marca novo tempo na prevenção a violência contra as mulheres em Aquidauana.

Segundo o vereador Wezer Lucarelli, o aplicativo se tornou viável graças a determinação do prefeito Odilon Ribeiro que encampou a ideia, e o apoio em tecnologia da informática através da Secretaria Municipal de Planejamento. “O secretário Ronaldo Ângelo graduado em Pedagogia e professor da Universidade Federal de MS foi o responsável pelo gerenciamento do aplicativo “Salve Maria” em Aquidauana, enquanto que Reginaldo Souza atuou como gestor técnico, tendo como prioridade colocar o aplicativo em funcionamento, através da programação, configuração e publicação na loja de aplicativo Play Store. Merecem nossa gratidão e reconhecimento pelo excelente trabalho realizado”, enfatizou o vereador Wezer Lucarelli.

A praticidade e a eficiência do aplicativo que já é utilizado em Uberlândia – Minas Gerais chamaram a atenção do presidente da Câmara de Vereadores de Aquidauana, Wezer Lucarelli, que através de Lei propôs à inserção da ferramenta de proteção a mulher na cidade de Aquidauana, Portal do Pantanal. “Eu tomei a iniciativa em nome da população da cidade juntamente com o prefeito Odilon Ribeiro, de buscar junto à Prefeitura de Uberlândia que é inovadora, a iniciativa promissora do uso do aplicativo Salve Maria. Nossos agradecimentos ao prefeito de Uberlândia Odelmo Leão, a Ana Paula e ao Reginaldo diretor da empresa de tecnologia da prefeitura”, frisou o vereador Lucarelli.

Salve Maria – O aplicativo!

O aplicativo é de fácil utilização e tem apenas três botões. Sua utilidade é inquestionável pois já vem auxiliando a salvar vidas de mulheres vítimas da violência doméstica.

O sucesso da plataforma “Salve Maria” já tinha atravessado o Triângulo Mineiro, chegando à Patos de Minas, no Alto Paranaíba em 2020. Agora, a ferramenta transpôs a divisa entre Estados e está se instalando em Aquidauana.

Idealizado pela Secretária Municipal de Governo e Comunicação, Ana Paula Junqueira, o aplicativo foi lançado pela Prefeitura de Uberlândia em março de 2019 e já conta com 12.648 downloads.  “É com muito orgulho que nós recebemos a notícia de que o Salve Maria que criamos está sendo implantado em Aquidauana através de uma ação direta do vereador Wezer Lucarelli, presidente da Câmara Municipal para salvar várias ‘Marias’ tirando-as de um cenário de violência.” destacou Ana Paula.

Como funciona o aplicativo Salve Maria?

A iniciativa propicia mais um canal direto com a Segurança Pública para denúncias de abusos de diferentes tipos.

Por rápidos comandos no celular, é possível reportar violências de ordem física, psicológica, patrimonial, moral e sexual. Quem possui smartphones com o sistema operacional Android vai poder baixar o app na loja virtual Play Store.

O aplicativo consiste em apenas três botões: Botão do Pânico, Denúncia e Instruções de Uso. A funcionalidade do Botão do Pânico é emitir um “chamado de localização”, ou seja, ele compartilha a localização em tempo real. Em ocorrências de extrema urgência, basta que a denunciante o utilize para acionar imediatamente a presença da policia.

No botão de “Denúncia”, a pessoa encontra um pequeno questionário com perguntas que especificam o tipo de violência, se a denúncia será anônima, dados da vítima e agressor, entre outras. A vítima ou a denunciante ainda tem a possibilidade de anexar fotos ou vídeos antes de enviar. O terceiro botão contém “Instruções de Uso”, é um guia de utilização, que deve ser lido quando o download for executado.

Em manifestação na rede social, o vereador Wezer Lucarelli, enfatizou ser o aplicativo ‘Salve Maria’ fruto de seu trabalho enquanto parlamentar ao apresentar em 2021 o Projeto de Lei de Combate ao Feminicídio que foi aprovado pelo Legislativo e sancionado pelo prefeito Odilon Ribeiro se transformando na Lei 2.700. Nesta lei foi estabelecida a criação de aplicativo ‘Salve Maria” para mulheres em situação de perigo eminente, que uma vez acionado toca diretamente na central de operações da Polícia Militar, possibilitando socorro imediato.

O lançamento do aplicativo no próximo dia 10, quinta-feira, às 9 horas no Plenário Estevão Alves Corrêa será um momento histórico na defesa e proteção das mulheres. “Obrigado a todos que contribuíram de maneira decisiva para viabilizar o aplicativo Salve Maria. A Deus toda glória”, escreveu o vereador Wezer Lucarelli em nome dos demais vereadores Everton Romero, Sargento Cruz, Cleriton Alvarenga, Humberto Torres, Reinaldo Kastanha, Sebastiãozinho do Taboco, Anderson Meireles, Nilson Pontim, Valter Neves, Tião Melo, Marquinhos Taxista e Chico Tavares.

Solenidade

O evento de lançamento é uma realização da Prefeitura de Aquidauana e Câmara de Vereadores em parceria com a Policia Civil, Policia Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar de Aquidauana e CRAM – Centro de Referência de Atendimento à Mulher.

Apoio: Prefeitura de Anastácio, Câmara de Anastácio, Defensoria Pública, Ministério Público Estadual, UFMS, IFMS, UEMS, Simted, Simprecam, Paróquia Imaculada Conceição, OAB-Aquidauana, ACEA – Aquidauana, Sindicato Rural de Aquidauana, Amina – Anastácio, Hospital Regional Estácio Muniz, Hospital CASSEMS e Hospital Funrural.

Todos estão convidados!