Jornalista Félix Nunes é homenageado por Meireles

10/10/2013 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 1276

Compartilhe:

O jornalista e escritor Antonio Carlos Félix Nunes,  de 82 anos,  editor do jornal “O Aroeira”, foi homenageado pelo vereador Anderson Meireles (PT do B), na Sessão Ordinária da última terça-feira (08).

Félix, que lançou no dia 02 de outubro de 2013, em Aquidauana, o livro “Miscelâneas”, é considerado um dos pioneiros da comunicação sindical brasileira.  Ele editou jornais para cerca de 20 sindicatos no período entre 1964 e 1980.

Em 1995, o jornalista, aposentado da “Folha de São Paulo”, veio pescar em Aquidauana, apaixonou-se pelas belezas naturais da região e resolveu mudar para o Estado . Ele atualmente reside em Anastácio.

Segundo informou o parlamentar, em Anastácio nasceu o jornal O Aroeira, idealizado por um grupo de amigos, inclusive com a participação do professor Roberto Magno Botarelli, presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores  em Educação de Mato Grosso do Sul),  cujo objetivo era o de combater a oligarquia local e  abrir diálogo com os trabalhadores da região.

Na Moção de Congratulações, subscrita pelos demais vereadores  e  encaminhada ao homenageado, Meireles lembrou que Félix Nunes é  amigo e  ex-assessor do  ex-presidente, sindicalista  Lula, na década de 70. “Caminhou muito do lado dele , nas portas das fábricas, registrando as mobilizações e as lutas do Sindicato”, revelou

O parlamentar disse, ainda, que o jornalista  trabalhou como editor por mais de 10 anos na Tribuna Metálica – jornal considerado responsável pela eclosão da primeira  greve operária no ABC paulista, fato que apressaria o fim da ditadura militar no país.