Meireles: questiona pagamento de hora/atividade pela Educação

24/09/2015 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 1335

Compartilhe:

O vereador Anderson Meireles (PT do B), por meio de ofício (Gabinete), quer saber da gerente municipal de Educação, Gleide Godoy Veloso Gomes,  se está sendo paga a hora/atividade dos professores do município, da Coordenação Pedagógica, e questiona se os educadores estão na função.

O parlamentar questiona, ainda,  se a distribuição da merenda escolar nas áreas urbana, rural e aldeias indígenas estão em dia, bem como se os recursos oriundos do Governo Federal para a merenda escolar nas aldeias indígenas estão atrasados.

O documento foi lido pelo parlamentar na sessão ordinária do dia 22 de setembro de 2015, em plenário.

Já por meio de  indicação, Meireles pediu ao gerente municipal de Obras Públicas, Clézio Fialho, com cópia ao prefeito José Henrique Trindade (PDT), o serviço de recuperação do assoalho da ponte de madeira – acesso ao distrito de Taunay pela BR-262.

Conforme declarou o vereador, esse serviço permitirá  ao transporte escolar de crianças dessa localidade, a desenvolver com segurança todo o trajeto, que nos dias atuais se encontra comprometido devido ao péssimo estado de conservação do assoalho, o que pode colocar em risco a vida dos estudantes, moradores do local, visitantes e demais usuários, como retratam fotos encaminhadas à Gerência.

 “Ficamos no aguardo da realização desse serviço, de forma imediata, uma vez que a reivindicação vem ao encontro do clamor da comunidade indígena do distrito”, completou.