Meireles questiona Simasul sobre estragos provocados por caminhões na cidade

29/03/2021 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 281

Compartilhe:

O vereador Anderson Meireles (MDB), por meio do Ofício de nº 004/2021, oriundo do seu Gabinete, quer saber do sócio administrativo da Siderúrgica Simasul  Ltda, José Afonso Gonçalves , se há algum tipo de controle da pesagem e limite de altura das cargas, bem como, se a diretoria da empresa tem conhecimento dos estragos provocados pelos caminhões.

Em caso afirmativo, o parlamentar questiona  quais as  medidas que  são adotadas pela empresa e se o transporte de cargas é realizado por serviço terceirizado ou veículos próprios.

De acordo Meireles, que teve o documento assinado também pelo seu colega de bancada, vereador sargento Cruz (MDB), os questionamentos se dão em face aos constantes incidentes provocados pelos caminhões que transportam carga de carvão a essa Siderúrgica.

Ele exemplifica a destruição de semáforos, quebra de meio-fio, estragos no sistema de cabeamento, ou seja,  da rede elétrica, telefonia ou internet.

Além disso, o parlamentar  revela o arraso provocado no desnível da pavimentação nas ruas de maior tráfego de  caminhões.

Por conta de tudo isso, o vereador considera que qualquer prejuízo dessa natureza, a Prefeitura, urgentemente, arca com todas as despesas para o rápido restabelecimento dos serviços.

“Sabemos obviamente, que todo valor é fruto dos impostos pagos pelos contribuintes, que, muito, naturalmente, poderiam estar sendo investidos em outras atividades do Executivo Municipal”, avalia.

O parlamentar ressalta, por exemplo, que na última semana (isso registrado na página oficial da Prefeitura) um caminhão com uma carga de carvão, destruiu a fiação de internet do Laboratório Municipal  e interrompeu o serviço extremamente essencial e urgente por dois dias.

Contudo, Meireles destaca  a importância da Siderúrgica para a cidade na geração de emprego e renda a inúmeras famílias, porém, ele entende  também que há responsabilidade por parte da  empresa na preservação dos equipamentos públicos municipais.