Mauro defende medidas educativas para quem joga lixo em locais proibidos

28/09/2013 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 144

Compartilhe:

O vereador Mauro do Atlântico (PT), por meio de indicação encaminhada ao gerente municipal de Obras e Serviços Urbanos, Mário Raváglia de Oliveira, pede para adotar mecanismos educativos e, posteriormente, punitivos, para quem jogar lixo em locais proibidos e a colocação de placas de sinalização de advertência – “proibido jogar lixo”.

O parlamentar  entende que, com a efetivação dessas ações, será coibido o acúmulo de lixo em terrenos baldios, fato que trás transtornos aos moradores e a vizinha próximo ao local.

Apoio à Associação
Outra indicação, encaminhada aos gerentes municipais de Obras e Planejamento, respectivamente, Mário e Mac, e ao prefeito José Henrique Trindade, o vereador pede para avaliar a solicitação do presidente da Associação de Moradores do Ovídio Costa I e II, Euclides Quintana, referente à reposição de lâmpadas do campo de futebol do Conjunto, reparos no alambrado e a construção de muro lateral daquela praça esportiva.

Requerimento
Mauro, por meio de expediente encaminhado ao gerente municipal de Saúde e Saneamento, Heber Seba  Queiróz, com cópia ao prefeito José Henrique Trindade (PDT), questiona se é verídica a informação de que o  atendimento telefônico da Central de Ambulância será incorporado ao 192. Em caso afirmativo, ele pede para informas as razões pelas quais foi tomada essa decisão por parte do executivo,