Mauro defende política de produção de veículos automotores com velocidade de 110 Km no Brasil

04/07/2019 - Por: ASCOM - Iramar Ferreira - MTB.804/MS - Visitas: 172

Instituir um projeto e/ou política, em caráter de urgência, conjuntamente com as fábricas e montadoras de veículos automotores, em nível de Brasil, no intuito de produzir somente  veículos que atinjam a velocidade máxima permitida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) de 110 km/h relativa ao tráfego de automóveis, caminhonetes e motos, reduzindo-se a 90 km/h para ônibus e caminhões e 80 km/h para demais veículos nas rodovias federais, foi uma proposta defendida pelo vereador Mauro do Atlântico (MDB) junto à bancada federal (deputados e senadores) de Mato Grosso do Sul por meio de Indicação apresentada em Sessão Legislativa.

Segundo ele, com base em dados relatados pelo Portal  G1 da Rede Globo de Televisão, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) contabilizou 759 acidentes nas estradas federais no feriado da Semana Santa, conforme  balanço preliminar divulgado no dia 22 de abril de 2019.

A  PRF, que desencadeou a operação de fiscalização no período de 18 a 21 de abril do corrente ano, aplicou 35 mil multas, a maioria por excesso de velocidade e ultrapassagens proibidas. 

“Ao todo, nos 4 dias de fiscalização, foram 4.665 ultrapassagens indevidas e 75.800 imagens capturadas pelos radares fotográficos por excesso de velocidade”, informou o vereador com  base em relatos da  PRF.

O excesso de velocidade, na avaliação de Mauro,  é um dos principais motivos para a aplicação de multas de trânsito no Brasil nas  rodovias estaduais ou federais. 

Por conta disso, o parlamentar ressalta a necessidade crescente em busca de medidas e/ou meios que previnam a ocorrência desse tipo de  infração, o que reduziria  os inúmeros acidentes e casos de mortes no trânsito.